21.4.06

Vou ser "avó"..

Pela 1ª vez vou ser "avó", a minha canarinha está a pôr ovos, já são três.
Estou muito contente e espero que corra tudo bem, quero ter muitos passarinhos...
Claro que assim que os meus "netos" nascerem ponho aqui as fotos deles.

Já lá vai algum tempo....

Realmente, já há algum tempo que não escrevia aqui nada. Mas também como sou só eu a ler, não tem muita importância....
Trago mais Ursinho, não consigo resistir, acho que o meu cão é o mais lindo do mundo e como tal, todos sofrem com isso, ou não, portanto aqui ficam mais fotos do meu cãozinho lindo:

A tia, o Ursinho e o "mano"

A "mãe" a tratar de mim

Os mimos da "mãe"

Ao colo da"mãe" enquanto me faz festas na barriga



16.2.06

Ursinho

Ursinho e o chinelo





Onde está a bola?



Está aqui

15.2.06

Mais Ursinho

Então? Dás-me a bola, ou não?



Não me dás a bola? Roubo-te as meias...


Tiras-me a meia? Como-te o dedo....


Dá-me cá essa meia... Tira... Tira....

O Cão

Já contei a história do Ursinho, agora deixo aqui umas fotos dele e dos disparates que vai fazendo.

O anúncio na net



A chegada a casa





Depois do corte de pêlo









À espera da bola



Na praia

13.2.06

O Canil



No passado dia 04/02 fui ao Canil Municipal de Torres Vedras adoptar um cão. Mas não estava preparada para o que lá encontrei.
As instalações não eram más, mas estavam claramente sobrelotadas e os cães eram tantos, mas tantos e tão tristes, de todas as cores, tamanhos e raças e todos molhados, sujos e cobertos de urina e fezes - foi HORRIVEL.
O cão que eu fui buscar - O Ursinho - cheirava tão mal, mas tão mal, que viemos a 160km/h na auto-estrada com as janelas abertas porque o cheiro era insuportável.
Chegámos a casa e depois dos banhos o cheiro teimava em não sair. Foi então que o levámos à tosquia e, assim, juntamente com um saco de pêlo o cheiro saiu, mas pôs a descoberto um mar de feridas, algumas já cicatrizadas e outras por cicatrizar.
O Ursinho lá está todo feliz e contente, muito brincalhão, meiguinho, só não reage muito bem quando estão muitas pessoas juntas no mesmo espaço, sente-se ameaçado - Tadinho.
Gosta muito de roer, meias e chinelos sobretudo, mas não recusa um dos brinquedos que o Jony deixa espalhados por toda a casa.
Os canis são lugares horriveis para os animais, quem quer um animal deveria primeiro ir a um para ver em que condições eles ficam quando são abandonados e mal tratados.

31.1.06

Pérolas

- Então filho, o que é que foi hoje o almoço na escolinha?
- A sopa era de coves e o conjunto foi batatas com molho e peixe de cebolada.


- Ó mãe, já compras-te os bey-blades?
- Já.
- Vens-me buscar?
- Não, vai o pai e depois vão ter com a mãe.
- Então dá os bey-blades ao pai.
- Ó filho o pai não está ao pé da mãe. O trabalho do pai é muito longe.
- Vai lá ter com ele.
- Mas a mãe não pode filho, é muito longe.
- Então vai de autocarro.

25.1.06

Aos Suicidas

A todos aqueles que estão a pensar suicidar-se num futuro próximo, quero deixar um apelo:
1- Quando se quiserem matar façam-no. Mas rapidamente e sem atrapalhar o trânsito, é que se já é complicado passar a ponte (25 e Abril) em dias normais, imaginem o que será quando voçês tomam essas atitudes. Até a mim me apetece fazer-vos companhia quando isso acontece. Mandem-se logo da ponte abaixo e acabem com o assunto.
2 - Se não quiserem, tentem ir dar espectáculo para um sitio onde não atrapalhe tanto o trânsito. Sei lá, atirem-se do cais de embarque dos barcos do Cais do Sodré, subam a estátua do Marquês e atirem-se, mandem-se ao lago dos patos do Campo Grande, não se magoam muito e chamam a atenção.
Agora, por favor, por favor, a ponte não.

Agradeço

19.1.06

É horrivel

A ser verdade o ques está escrito na 1ª página do Correio da Manhã de hoje, é grave. É muito grave.
Pior, é ver os pseudo-politicos-intelectuais-tachistas da nossa praça, mais preocupados com quem vai ganhar o tacho no domingo, do que com o que efectivamente se passa neste país.
Todos falam do passado e nenhum do futuro.
Nada justifica a violência contra as crianças. Seres indefesos e que são o futuro.
Que futuro? Que futuro estamos nós a criar?
O mais triste é pensar que ainda vou assistir a esse futuro.
É indignante, para mim como mãe, ver o que fazem às nossas crianças.